Relações de gênero no acesso a terra na comunidade rural Samora Machel

Citation:

Biza, Adriano. 2012. "Relações de gênero no acesso a terra na comunidade rural Samora Machel" Undergraduate thesis. Universidade Eduardo Mondlane.

Author: Adriano Biza

Abstract:

O presente estudo aborda as relações de género no acesso à terra na comunidade rural Samora Machel, onde analisamos a dinâmica das relações de poder na Associação Agrícola Ex-mineiros (AEXMIN). A razão desta pesquisa reside pelo facto, os estudos anteriores sobre as relações de género e acesso a terra, evidenciarem o poder nos homens e as mulheres relegadas a um papel subalterna. Porém, estes estudos ignoraram a dinâmica de poder expresso em redes sociais onde as mulheres detêm o poder. O estudo foi realizado no Bairro Comunal Samora Machel, distrito de Chibuto, província de Gaza, concretamente na AEXMIN num intervalo de cinco meses, a partir de Julho a Dezembro de 2011. Os dados foram colhidos e analisados tendo em conta a abordagem qualitativa. No que concerne as técnicas de recolha de dados privilegiou-se as entrevistas semi-estruturadas e conversas informais, aliada uma observação directa no terreno e ao registo das informações obtidas. Os dados apontam que as mulheres são motivadas a adesão na AEXMIN com vista criar um poder da acção colectiva através de relações de parceria, de aliança e de reciprocidade para a defesa das suas terras contra o poder patriarcal e das pessoas endinheiradas; o acesso ao crédito agrário e o Direito de Uso e Aproveitamento da Terra (DUAT). Mais ainda os dados apontam que na AEXMIN emergem novas dinâmicas nas relações de poder que inclui o poder negociável, onde as mulheres negoceiam com os de membros masculinos sobre os recursos agrários; poder processual, as mulheres são adoptados de conhecimento sobre os seus direitos de uso e aproveitamento da terra. Por isso, o poder tradicional que se funda no hábito, no costume, na tradição patente no homem, elas através das habilidades associativas ganha possibilidade de resistir e negociar com os seus parceiros (homens). Concluímos que a AEXMIN tem dupla função, a primeira mostra que as mulheres são agentes estratégicas onde algumas delas exercem o poder o que lhes permite melhorar as suas posições na família e na comunidade. A segunda é o meio pela qual reforça a solidariedade, a fraternidade, a reciprocidade e promovendo a visão de poder colectivo.

Keywords: Relações de Poder, Acesso à Terra e Associações Agrária

Topics: Civil Society, Gender, Women, Men, Masculinity/ies, Gender Roles, Femininity/ies, Gendered Power Relations, Patriarchy, Gender Hierarchies, Political Participation, Rights, Land Rights, Property Rights, Women's Rights Regions: Africa, Southern Africa Countries: Mozambique

Year: 2012

© 2017 CONSORTIUM ON GENDER, SECURITY & HUMAN RIGHTSLEGAL STATEMENT All photographs used on this site, and any materials posted on it, are the property of their respective owners, and are used by permission. Photographs: The images used on the site may not be downloaded, used, or reproduced in any way without the permission of the owner of the image. Materials: Visitors to the site are welcome to peruse the materials posted for their own research or for educational purposes. These materials, whether the property of the Consortium or of another, may only be reproduced with the permission of the owner of the material. This website contains copyrighted materials. The Consortium believes that any use of copyrighted material on this site is both permissive and in accordance with the Fair Use doctrine of 17 U.S.C. § 107. If, however, you believe that your intellectual property rights have been violated, please contact the Consortium at info@genderandsecurity.org.